» Humor

Um professor universitário, doutor em matemática, vivia enfurnado na universidade.

Só falava de Matemática. Tudo pra ele era Matemática.

A esposa não conseguia mais ter nenhum tipo de conversa com ele. Um dia ela abandonou o matemático e o seu único filho.
O professor então começou a perceber que o menino estava ficando triste, e então resolveu levá-lo ao médico.

O médico disse então o seguinte:

- Professor, o seu filho precisa de mais atenção, de mais carinho. O senhor não pode ficar o dia inteiro dando aulas e estudando! Tem que passear com ele, brincar com ele, contar estórias para ele! Só assim ele vai melhorar...

O professor então começou a dar mais atenção ao menino. Tanto que um dia ao chegar em casa, vindo da universidade, ele encontrou o moleque meio tristonho, e perguntou?

- Oh meu filho! Que que você tem? Você tá triste?

 - Tô!

- Quer que eu conte uma estória para você?

Os olhos do menino se encheram de alegria e esperança.

- Quero sim papai!

- Qual estorinha que você mais gosta?

- Eu gosto mais da estorinha dos três porquinhos!

- Então lá vai: Era uma vez três porquinhos P1, P2 e P3, e um lobo genérico

   Ln  (L índice n), mau por definição...


Comentar

Seu Nome:
Seu E-mail:
Comentário:
   
 



» Saiba mais

Finita ou infinita?

Mãe complexa

Isolado de noivo ? NNNÃÃÃÃOOOO

Célcius ou centígrados?

Gostei, 101010 !

Se urinou todo!

Parei de calcular

Sempre?

Mamão com açucar!

E com duas voltas fessora?



Copyright © 2003/2010 Todos os direitos reservados - amintas@matematiques.com.br

Desenvolvido por Ronnan del Rey