» História

Evolução Cronológica

Acompanhe as etapas mais importantes da evolução



4700 a.C.
Provável início do calendário babilônico.
4241 a.C.
Origem do calendário egípcio.
3500 a.C.
Uso regular da escrita.
2650 a.C.
Construção da grande pirâmide de Quéops.
1850 a.C.
1650 a.C.
Papiros de Moscou e de Ahmes (Rhind).
1100 a.C.
Os mais antigos documentos comprovando a existência de atividades matemáticas na China.
600 a.C.
Início da matemática dedutiva, com Tales de Mileto.
540 a.C.
Provável época do auge dos trabalhos de Pitágoras.
370 a.C.
Trabalhos de Eudóxio sobre proporções, incomensuráveis e exaustão (limites).
300 a.C.
Euclides escreve “Os Elementos”.
287 a.C.
212 a.C.
Arquimedes (determinação do valor do Pi, cálculos sobre a esfera, hidrostática, etc.).
225 a.C.
Apolônio descreve as cônicas.
274 a.C.
194 a.C.
Erastóstenes (cálculo da circunferência da Terra).
275
Diofanto escreve sobre a Teoria dos Números.
500
Hindus criam o conceito de zero.
650
Numerais hindus.
820
Abu-Abdula Mohamed ibn-Musa Al-Khwarizmi escreve sobre álgebra.
1120
Adelard de Bath produz a versão latina dos Elementos, a partir da versão árabe realizada 300 anos antes.
1150
Obras de Bhaskara.
1180
1250
Leonardo de Pisa (Fibonacci).
1482
Primeira edição impressa de “Os Elementos”, em Veneza.
1500
1576
Tartaglia, Cardano e Ferrari – Equações polinomiais de terceiro e quarto graus
1526
1573
Rafael Bombelli – insuficiência dos números reais.
1550
John Napier, na Escócia, desenvolve o sistema de logaritmos.
1564
1642
Galileu Galilei, físico e matemático italiano, precursor do método científico, reconhece na matemática a linguagem imprescindível para a física.
1571
1630
Johannes Kepler, astrônomo alemão, descreve as Leis da Gravitação.
1595
1630
Bonaventura Cavalieri, precursor dos Cálculos Diferencial e Integral.
1596
1650
Renè Descartes, filósofo racionalista francês, dá uma interpretação algébrica às construções geométricas, na geometria analítica.
1601
1665
Pierre de Fermat, matemático francês, continua o trabalho de Diofanto com a
teoria dos números.
1608
1647
Evangelista Torricelli, italiano, desenvolve trabalhos em Hidráulica e determina o peso do ar.
1623
1662
Blaise Pascal, filósofo e matemático francês, formula as bases das leis da probabilidade moderna, hidrostática e propaga uma doutrina religiosa que ensina a experiência de Deus através da fé e não da razão.
1629
1695
Contribuições do físico e matemático holandês Christian Huygens à astronomia e ondulatória.
1642
1727
"Anos Milagrosos" de Isaac Newton. Descreve os princípios que regem a mecânica clássica e desenvolve o cálculo infinitesimal e integral.
1646
1716
Gottfried Wilhelm Leibniz, filósofo e matemático alemão, trava com Isaac Newton uma das mais famosas disputas do século 18 pela primazia do desenvolvimento do cálculo.
1654
1748
Os irmãos suíços Jakob e Johann Bernoulli produzem resultados importantes em cálculo e estatística.
1685
1731
Brook Taylor, matemático inglês, começa a lidar com somas infinitas cujos resultados são finitos. Aqui começa a ser desvendado o paradoxo de Zenão.
1707
1855
Desenvolvimento da álgebra dos complexos e análise matemática: Leonhard Euler, Jean D’Alembert, Joseph-Louis Lagrange, Pierre Simon de Laplace, Adrien Marie Legendre.
1777
1855
Carl Friedrich Gauss traz incontáveis contribuições à teoria dos números,análise, algebra, astronomia, geodésia, magnetismo.
1789
1857
August Louis Cauchy e a notação para a teoria dos conjuntos.
1802
1832
Niels Henrik Abel e Evariste Galois, apesar de morrerem muito jovens, deixam trabalhos pioneiros em física teórica e teoria de grupos
1823
1825
A teoria dos números é o palco da grande controvérsia entre Leopold Kronecker e Bolyai, Lobachevsky e, claro, Gauss de novo: Geometrias não-euclidianas.
1918
Georg Cantor - Criou a noção de números transfinitos, de potência do enumerável e do contínuo, a aritmética dos números transfinitos, etc.
1862
1943
David Hilbert – Depois de Euclides, a geometria tem outros axiomas. A matemática pensa sobre si mesma.
1872
1970
Bertrand Russel, Whitehead e Frege – Lógica, teoria dos conjuntos e paradoxos.
1877
1977
Teoria de séries e análise, G.H.Hardy, J.E. Littlewood e S.Ramanujan.
1903
1957
John von Neumann – teoria dos jogos e computação.
1931
Kurt Gödel - elementos indecidíveis na matemática.
1912
1954
Alan Turing – Computação, criptografia e inteligência artificial.
1994
Após 350 anos envolto em mistério, Andrew Wiles finalmente demonstra o último Teorema de Fermat.

Comentar

Seu Nome:
Seu E-mail:
Comentário:
   
 

Comentários

30/09/2013 - Douglas Willian Nogueira de Souza - dw159@hotmail.com
Muito bom esse site. Valeu mesmos a pena...



» Saiba mais

A História do Pi

A História dos Números Negativos

A Origem dos Números Naturais

A Origem dos Números Concretos

A Origem do Grau

A Origem da Geometria

A Origem da Álgebra

A Origem dos Algarismos

A Origem das Equações do 1º Grau

História da Geometria Analítica



Copyright © 2003/2010 Todos os direitos reservados - amintas@matematiques.com.br

Desenvolvido por Ronnan del Rey